Petrobras- 213x420
acesso a redes sociais
  • RSS
  • twitter
tabela de conversão
  • tabela de conversão
Anunciante no Portal Naval
  • anunciar no site
BNDES

Setor de infraestrutura recebeu R$ 412 bilhões em três anos do BNDES

07/04/2017 | 08h45
Setor de infraestrutura recebeu R$ 412 bilhões em três anos do BNDES
Divulgação Divulgação

Mantendo a tradição de reunir as principais autoridades e especialistas no setor, a Intermodal South America, o maior evento de logística, transporte de cargas e comércio exterior da América Latina, em seu segundo dia de evento, contou com a participação do engenheiro de transportes do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Edson Dalto. Representando o banco estatal, Dalto divulgou o balanço dos investimentos feitos no setor de infraestrutura nos últimos três anos, que somaram R$ 412 bilhões.

De acordo com o executivo, o BNDES desembolsou, somente em 2014, R$ 188 bilhões, enquanto 2015 registrou R$ 136 bilhões de aportes e 2016 alcançou a marca de R$ 88 bilhões. “O BNDES continuará apoiando o setor de infraestrutura nacional, pois o considera um segmento importante para o país. O banco seguirá atuando diretamente como âncora no financiamento ao setor, contribuindo para a estruturação do concessionamento de ativos, capitaneamento e formação de um mercado de títulos, promovendo a atração de investimentos externos, entre outras iniciativas”, salientou.

Dalto ressalta ainda que, do total de R$ 412 bilhões investidos em infraestrutura nos últimos três anos, R$ 23 bilhões foram aplicados somente no segmento logístico. “Foram R$ 11,4 bilhões em 2014, R$ 8,3 bilhões em 2015 e R$ 3,3 bilhões em 2016. No ano passado, especificamente, 39% do valor foi investido em rodovias, 30% em ferrovias e 15% em portos e terminais”, acrescentou.

O engenheiro do BNDES complementa dizendo que naturalmente houve uma queda nos aportes nesse período, devido ao cenário recessivo que o país enfrentou. “De qualquer forma, o banco estatal permaneceu apoiando o setor e seguirá investindo nos próximos anos”, concluiu.

 

 

Fonte: Redação/Assessoria
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar
separador menu