Oriente Médio

Petróleo fecha quase estável com alta do dólar e tensões no Mar Vermelho

Reuters, 17/01/2024
17/01/2024 09:26
Visualizações: 163

Os preços do petróleo fecharam quase estáveis nesta terça-feira, pressionados pelo salto do dólar para o maior nível em um mês, mas apoiados pelo nervosismo sobre os impactos da escalada das tensões no Oriente Médio na oferta de energia.

Os futuros do petróleo West Texas Intermediate (WTI) dos Estados Unidos fechou a 72,40 por barril, queda de 0,28 dólar, ou 0,4%, em relação ao fechamento de sexta-feira. Os mercados dos EUA ficaram fechados na segunda-feira devido a um feriado.

Os futuros de Brent, referência global, subiu 0,14 dólar, ou 0,2%, em relação ao fechamento de segunda-feira, para 78,29 dólares o barril. Na máxima da sessão, os futuros do Brent subiram um dólar por barril.

"Os preços do petróleo procuram uma direção", disse Rob Thummel, diretor-gerente da empresa de investimentos em energia Tortoise Capital.

Pesando sobre os preços, o dólar norte-americano atingiu a máxima de um mês, à medida que os investidores diminuíram as expectativas de um corte da taxa de juro pelo Federal Reserve em março. Um dólar mais forte prejudica a procura de petróleo denominado em dólares entre os compradores que utilizam outras moedas.

Os preços do petróleo foram apoiados pelos sinais de escalada das tensões no Oriente Médio, à medida que os militares dos EUA realizavam um novo ataque no Iêmen contra quatro mísseis balísticos anti-navio houthi.

Os ataques houthi ao transporte marítimo do Mar Vermelho têm perturbado o movimento global de mercadorias através da importante rota comercial.

Newsletter TN

Fale Conosco

Utilizamos cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site. Se você continuar a usar este site, assumiremos que você concorda com a nossa política de privacidade, termos de uso e cookies.