Rio de Janeiro

CDRJ realiza Semana do Meio Ambiente

Redação TN Petróleo/Assessoria
14/06/2022 16:17
CDRJ realiza Semana do Meio Ambiente Imagem: Divulgação Visualizações: 232

Entre os dias 06 e 11 de junho, a Companhia Docas do Rio de Janeiro (CDRJ), Autoridade Portuária que administra os portos do Rio de Janeiro, Itaguaí, Niterói e Angra dos Reis, promoveu diversas palestras em comemoração à Semana do Meio Ambiente. Além das palestras, a Companhia também organizou uma ação social voltada para os pescadores artesanais que atuam na Baía de Guanabara.

Durante os eventos os empregados, estagiários, terceirizados e público externo de outros órgãos como Polícia Federal e Instituto Nacional de Tecnologia (INT) assistiram palestras com temas voltados para os aspectos da Sustentabilidade, relacionados à portos e terminais portuários. O destaque foi a palestra "Tecnologia e Desafios do Século XXI", feita pelo Dr. Newton Narciso Pereira que mostrou exemplos e os desafios do setor marítimo e portuário para reduzir a emissão de gases de efeito estufa. Humanismo nas ações em prol das pessoas e do meio ambiente; Oficina de metas baseada nos ODS e; Direitos das mulheres na sociedade brasileira e o empoderamento feminino no século XXI, foram outros temas abordados ao longo da semana.

No dia 08 de junho, data em que se comemora o Dia Mundial dos Oceanos, a programação foi marcada com uma palestra especial sobre o projeto da CDRJ para implantação do VTMIS (sigla inglesa para Sistema de Gerenciamento e Informação do Tráfego de Embarcações) e seu Subsistema de Monitoramento Ambiental. Na apresentação, o gestor de VTMIS da Docas do Rio,  Marcelo Villas-Bôas, apresentou o Subsistema de Monitoramento Ambiental que será utilizado na Baía de Guanabara e destacou a importância e os benefícios de segurança à navegação que o VTMIS proporciona, trazendo inúmeros ganhos relacionados ao meio ambiente.

A Semana do Meio Ambiente encerrou com a ação social voltada para os pescadores artesanais. A ação conjunta, liderada pela Capitania dos Portos do Rio de Janeiro, aconteceu no dia 11 de junho, Data Magna da Marinha, no Posto Golfinho, localizado na Baía de Guanabara e mostrou sinergia e engajamento entre diversos órgãos públicos e privados, com o interesse comum na regularização gratuita dos pescadores artesanais e no ordenamento do tráfego aquaviário, segurança da navegação e salvaguarda da vida humana no mar, de forma a demonstrar à comunidade pesqueira do entorno da Baía de Guanabara o apoio e o papel das Autoridades competentes.

Durante a ação, 46 embarcações foram atendidas e receberam diversos serviços como vistoria técnica e levantamento de dados para emissão de documentos de regularização por Engenheiros Navais; recolhimento de documentos para viabilizar o registro das embarcações; cadastro dos pescadores; avaliação de carteiras dos pescadores;  palestras e orientações individuais e coletivas de segurança na navegação. Além dos serviços oferecidos, os pescadores receberam doações de isopores térmicos, coletes e boias salva-vidas, lanternas para navegação noturna e cartilhas com orientações de segurança na navegação e pesca consciente. Estiveram presentes no evento representantes da Capitania dos Portos, CDRJ, SEAS, INEA, Abani, AirSea Logistics, AWS Services, Camorim Serviços Marítimos, Cosan, DElima, Dialcar Serviços Marítimos, EquipeMar, GeoBio Soluções Ambientais, Sindoperj, Triunfo Logística, ICTSI Rio Brasil, Multiterminais, Norbudrone, OceanBoat Serviços Marítimos, Jarle Company, Posto Golfinho, Refit, Renave, Praticagem RJ, SindaRio, Shipping Consultoria, Ulysses Apoio e Wilson Sons.

Mais Lidas De Hoje
Veja Também
Newsletter TN

Fale Conosco

Utilizamos cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site. Se você continuar a usar este site, assumiremos que você concorda com a nossa política de privacidade, termos de uso e cookies.

10