acesso a redes sociais
  • RSS
  • twitter
tabela de conversão
  • tabela de conversão
Anunciante no Portal Naval
  • anunciar no site
Posse

Marcio Arany é oe novo diretor presidente da Log-In Logística Intermodal

06/07/2020 | 13h17
Marcio Arany é oe novo diretor presidente da Log-In Logística Intermodal
Divulgação Divulgação

A Log-In Logística Intermodal, empresa 100% brasileira, de soluções logísticas, movimentação portuária e navegação de cabotagem integrada a outros modais e serviços, está sob novo comando. Marcio Arany (foto) assume o cargo de diretor presidente, acumulando também a função de diretor de Transformação e Inovação, cargo que ocupava na Log-In Logística Intermodal até este momento. O processo sucessório vinha sendo planejado desde 2019 e foi chancelado em uma Assembleia Geral, no início de junho. Marco Cauduro, Diretor Presidente anterior, permanece como membro do Conselho de Administração da companhia.

Marcio Arany é engenheiro civil, formado pela UFRJ, com Mestrado em Engenharia de Transportes pela COPPE e Especialização em Engenharia de Produção pela UFRJ. Com uma carreira de mais de 30 anos na área de Operações, Transportes e Logística, atuou em empresas de diversos segmentos, como Michelin, Aliança Navegação, MRS Logística e McKinsey. Especificamente em Navegação e Logística, acumula uma experiência de 12 anos, sendo os últimos seis na Log-In Logística Intermodal como diretor comercial e, mais recentemente, à frente da área de Transformação e Inovação.

Os principais desafios na nova posição, de acordo com o executivo, serão garantir a continuidade de todo o projeto de transformação digital da companhia e seguir com o esforço comercial de trazer um novo perfil de carga para a cabotagem,aproveitando o enorme potencial do uso desse modal no Brasil. Além de fortalecer cada vez mais a capacidade da Log-In em prover soluções logísticas intermodais, integrando outros modais e serviços à navegação e à movimentação portuária. Para suportar essa estratégia, os pilares de inovação, transformação e de atendimento serão de extrema importância.

Institucional

"Criamos uma Diretoria de Atendimento no ano passado para ter um maior foco no cliente. Afinal, este tipo de carga que almejamos trazer para a cabotagem exige um nível elevado de atendimento e acompanhamento logístico. Todo esse processo visa aumentar a nossa excelência e está totalmente atrelado também à transformação digital que estamos promovendo na empresa. Já para esse ano teremos importantes avanços nesse sentido", ressalta.

Devido ao processo bastante articulado de sucessão, a mudança na gestão não impactará na operação e tampouco em nenhum dos stakeholders da Log-In Logística Intermodal. Arany vinha trabalhando a "quatro mãos" com seu antecessor no plano diretor da companhia. Além disso, o corpo diretivo permanece inalterado e é composto por executivos que, além da vasta experiência e conhecimento do mercado de navegação e logística, são "prata da casa". (conheça a diretoria abaixo).

Frota Ampliada

Para garantir ainda mais robustez à operação, investimentos na frota,hoje composta de seis navios, têm sido recorrentes. Recentemente, dois novos porta-contêineres (Log-In Endurance e Log-In Polaris) entraram em operação. As aquisições fazem parte de um plano, iniciado com a aquisição da embarcação Log-In Resiliente, em 2017. Merece ser ressaltado que o navio Log-In Polaris é hoje o mais moderno da cabotagem brasileira, com alta tecnologia embarcada. Também tem sido prioridade e terá continuidade a implementação de políticas na área de gente e gestão, considerada primeiro foco e que hoje já coloca a companhia em patamar diferenciado em seu mercado de atuação.

No primeiro trimestre de 2020 a empresa de soluções de logística intermodal manteve o alto nível operacional com foco no cliente, o que resultou em um aumento de 13,7% na receita líquida, em relação ao mesmo período de 2019. Esse crescimento pode ser atribuído, especialmente, a um incremento na ordem de R$31,2 milhões da receita da Navegação Costeira. Também merece destaque, o novo recorde de EBITDA no TVV (Terminal de Vila Velha), que alcançou a marca de R$26,1 milhões.

Fonte: Redação/Assessoria
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar
separador menu