acesso a redes sociais
  • RSS
  • twitter
tabela de conversão
  • tabela de conversão
Anunciante no Portal Naval
  • anunciar no site
Investimentos

“O que está por vir é do tamanho do Brasil”, diz Tarcísio da Infraestrutura

04/06/2021 | 16h26
“O que está por vir é do tamanho do Brasil”, diz Tarcísio da Infraestrutura
Divulgação Divulgação

Com R$ 260 bilhões em investimentos no setor de transportes até 2022, o futuro da infraestrutura brasileira é diretamente proporcional ao tamanho do Brasil, afirmou nesta terça-feira (1º) o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, durante palestra no segundo dia do Fórum de Investimentos Brasil (BIF).

O evento é organizado pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e pelo Governo Federal. Na sua participação, Tarcísio destacou os próximos ativos que serão concedidos à iniciativa privada pela pasta para uma plateia virtual de investidores mundiais.

“O que está por vir é da magnitude do Brasil”, disse Tarcísio. Além dos R$ 260 bilhões até 2022, já estão garantidos R$ 60 bilhões desde 2019 até aqui com o leilão de 70 empreendimentos. “Isso vai promover a maior transformação logística da nossa história”, completou.

Concessões

Segundo o ministro, os principais ativos que ainda serão leiloados são: a Dutra (BR-116/101/SP/RJ), a BR-381/262/MG/ES, a Ferrogrão, arrendamentos portuários no Porto de Santos, a desestatização da Codesa (Companhia Docas do Espírito Santo/ES), e a última rodada de concessões aeroportuárias com 16 aeroportos que serão divididos em três blocos.

“O Brasil vai dar certo, está projetado para dar certo”, complementou Tarcísio de Freitas. “Estamos indo no caminho certo para uma melhor eficiência logística. Lá na frente, vamos olhar para trás e ver que acertamos, que não vivemos em vão.”

O Fórum de Investimentos Brasil 2021 é um evento internacional sobre atração de investimentos estrangeiros para o Brasil. Nesta edição, o Fórum destaca as oportunidades de investimentos em setores estratégicos, como agronegócios, energia, infraestrutura, inovação, saúde e tecnologia, entre outros. Cerca de 5 mil pessoas se inscreveram para participar do evento.

Fonte: Redação TN Petróleo/Assessoria
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar
separador menu