Bahia

Operador do porto de Shenzhen na China vem à Bahia conhecer Terminal Portuário Miguel de Oliveira

SDE e Bahiainveste atenderam executivos no domingo (02).

Redação TN Petróleo/Assessoria
03/06/2024 16:49
Operador do porto de Shenzhen na China vem à Bahia conhecer Terminal Portuário Miguel de Oliveira Imagem: Divulgação Visualizações: 170 (0) (0) (0) (0)

O Yantian Port Group esteve na Bahia para conhecer o Terminal Portuário Miguel de Oliveira no domingo (02). O grupo portuário comandando pelo Governo de Shenzhen, na China, é especializado em construção de portos, investimentos, operação, logística integrada e serviços de apoio. A Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE), a Bahiainveste, empresa baiana de ativos e a Companhia das Docas do Estado da Bahia (Codeba) receberam os executivos e apresentaram as oportunidades que o grupo, que assumir o antigo terminal da Ford, hoje um ativo da Bahiainveste, terá.

“Ficamos muito animados em receber os operadores do Porto de Shenzhen e saber que estão interessados na operação do terminal, que vai atuar com importação e exportação de diversos segmentos. Além da BYD, temos mais duas chinesas interessadas em utilizar o local, a Goldwind e a Sinoma, fabricantes de turbinas e pás eólicas. Ressalto ainda o leque de oportunidades no estado de fabricação de produtos verdes para exportação. Mês passado comemoramos 50 anos de uma relação bilateral entre Bahia e China e temos caminhado para fortalecer ainda mais essa relação”, afirma o secretário da pasta, Angelo Almeida.

O secretário chamou atenção também para outros dois grandes segmentos, que tem demanda reprimida. Agronegócios, especialmente no Oeste baiano, que são produtoras de commodities agrícolas, com forte produção de soja, milho e algodão e o outro segmento é o da Mineração, sendo a Bahia, o terceiro maior produtor de minério de ferro do país.

Depois de serem recebidos no gabinete da SDE, a comitiva seguiu para visita técnica ao terminal privado, localizado no Porto de Aratu, em Candeias. A modelagem do projeto será de responsabilidade da Bahiainveste. De acordo com o presidente da empresa de ativos, Paulo Guimarães, concordou com o secretário nas vantagens que o operador terá ao assumir o local.

“O terminal privado fica ao lado do Polo Industrial de Camaçari, o maior complexo químico da América Latina, do Porto de Aratu, de onde entra e sai materiais líquidos e gasosos. Vale ressaltar que o porto não atende mais a todas as necessidades do Polo. Com o funcionalmente do terminal, temos condições de atender a BYD, o Polo Industrial de Camaçari e as indústrias eólicas”, diz Guimarães.

Também estiveram presentes na agenda os executivos do Shenzhen Port Group. A presidente Chaoyang HU, o diretor Geral Yubin Zhong e o vice-diretor Ziyu Zhong, acompanhados de Wagner Bazarin Meucci, gerente sênior de Recursos Humanos e Facilites da BYD. Felipe Mesquita, diretor de Gestão Patrimonial e Infraestrutura e Paula Leitão, coordenadora de Comércio Exterior e Oportunidades de Negócios da SDE. Além de Ataíde Oliveira, diretor de Administração e Finanças e Leandro Gaudenzi, diretor Administrativo e financeiro da Codeba.

Mais Lidas De Hoje
Veja Também
Newsletter TN

Fale Conosco

Utilizamos cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site. Se você continuar a usar este site, assumiremos que você concorda com a nossa política de privacidade, termos de uso e cookies.

20