OTC 2022

Pavilhão brasileiro na OTC 2022 conta com 42 empresas participantes

Redação TN Petróleo/Assessoria
03/05/2022 20:20
Pavilhão brasileiro na OTC 2022 conta com 42 empresas participantes Imagem: Divulgação Visualizações: 222

A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil) deu início a sua participação nesta segunda-feira, 02 de maio, na Offshore Technology Conference (OTC) 2022, em Houston, EUA. Este ano, o Pavilhão Brasil conta com 42 empresas nacionais de petróleo e gás.

Dos dias 02 a 05 de maio, as exibidoras terão a oportunidade de apresentar tecnologia e produtos para milhares de participantes de mais de 130 países, incluindo líderes da indústria, investidores, compradores e empresários.  Há soluções inteligentes que vão desde monitoramento de inteligência artificial (IA) até reparos tecnológicos inovadores para enfrentar a corrosão, análises geológicas avançadas e petrofísica, entre outras metodologias.

Além disso, há reuniões de negócios em curso com instituições parceiras, como a Empresa de Pesquisa Energética (EPE), o Instituto Brasileiro de Petróleo e Gás (IBP), a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), Petrobras e a Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (FIRJAN).

Como uma das maiores feiras comerciais realizadas anualmente nos EUA, a OTC oferece aos profissionais da indústria a valiosa oportunidade de desenvolver parcerias comerciais duradouras e aprender sobre os últimos avanços, desafios e oportunidades no setor de petróleo e gás.

O Brasil é hoje um dos 10 maiores produtores/exportadores de petróleo do mundo. Além disso, o país oferece oportunidades nos setores de energia renovável, que representa 48% da estrutura energética do país, bem como leilões nos próximos meses e anos para a exclusiva camada pré-sal do Brasil. O Brasil tem intensificado parcerias governamentais e com empresas para promover um portfólio bem diversificado de gás natural, projetos de infra-estrutura downstream (portos, refinarias, etc.), e oportunidades na cadeia de fornecimento.

 Oportunidades

Na cerimônia de abertura, a Cônsul-Geral do Brasil em Houston, Maria Izabel Vieira, destacou que o Brasil tem uma posição privilegiada na OTC. Já o diretor da ANP, Rodolfo Saboia, reforçou a importância da OTC como uma “vitrine de oportunidades”. Segundo ele, o Brasil já é um dos maiores produtores do mundo, mas continuará crescendo, gerando mais renda, royalties, empregos.

A ApexBrasil trabalhou em um portfólio de oportunidades para apresentar aos investidores na OTC. Afinal, o petróleo e o gás formam um setor prioritário para a Agência e para o Brasil. Nos últimos meses, reformas governamentais estruturais foram implementadas com intuito de maximizar os 149 leilões e concessões estaduais e federais disponíveis este ano. São mais de US$ 47 bilhões com a introdução do processo Open Acreage, que é uma forma especial de adquirir blocos exploratórios e campos maduros para garantir a exploração contínua de blocos e áreas.

Além disso, o programa Brazilian Petroleum Partnerships (BPP) fomenta parcerias entre empresas brasileiras e estrangeiras de petróleo e gás, promovendo a integração do Brasil na cadeia de fornecimento global.

Serviço

Para saber mais sobre outros setores comerciais que a ApexBrasil apoia, visite: http://www.apexbrasil.com.br/en/trade-sectors.

Mais Lidas De Hoje
Veja Também
Newsletter TN

Fale Conosco

Utilizamos cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site. Se você continuar a usar este site, assumiremos que você concorda com a nossa política de privacidade, termos de uso e cookies.