Oleoduto

Transpetro conclui construção de um novo trecho do Oleoduto Paulínia-São Paulo (Opasa 16)

Redação TN Petróleo/Assessoria Transpetro
08/07/2024 16:23
Transpetro conclui construção de um novo trecho do Oleoduto Paulínia-São Paulo (Opasa 16) Imagem: Divulgação Visualizações: 235 (0) (0) (0) (0)

A Transpetro inaugurou nesta sexta-feira (5/7) um novo trecho do Oleoduto Paulínia-São Paulo (Opasa 16), em São Paulo (SP). O empreendimento teve investimento de R$ 465 milhões e substituiu 68 quilômetros de tubos do ativo que liga a Refinaria de Paulínia (Replan) ao Terminal Terrestre de Barueri. A nova infraestrutura aumenta a segurança, a eficiência operacional e traz avanços tecnológicos que permitem aumentar em até 60% a capacidade de movimentação. 

Essa é a maior obra de engenharia de dutos terrestres realizada no Brasil nos últimos dez anos. O projeto foi conduzido integralmente pelas equipes técnicas da Transpetro, com o apoio da Petrobras, e foi concluída em 15 meses. 

“A inauguração do novo duto Opasa representa um marco na infraestrutura de transporte de combustíveis no Brasil. Na última década, não tivemos histórico no país da construção de um duto terrestre similar, com essa extensão e tecnologia. Além de possibilitar a geração de frentes de emprego, a execução de uma obra tão complexa como essa, conduzida por trabalhadores e trabalhadoras da Transpetro, evidencia nossa capacidade técnica única e expertise tecnológica. A Transpetro está comprometida em ser uma empresa com soluções logísticas cada vez mais eficientes, gerando valor tanto para a sociedade quanto para nossos clientes”, ressaltou o presidente da companhia, Sérgio Bacci. 

O novo empreendimento substituiu o duto original por nova estrutura dotada de tecnologias mais avançadas de revestimento e isolamento térmico. A nova condição possibilita ainda ampliar em até 60% a capacidade do oleoduto, de aproximadamente 200 milhões de litros por mês para movimentação de óleo combustível. A entrega deste projeto complementa uma primeira etapa de obras, quando foram substituídos 31 quilômetros de tubos do Opasa 16.

“Nossas equipes foram responsáveis por todas as fases da obra, desde o projeto de engenharia até a etapa de construção e montagem. Tivemos 25 frentes de serviço simultâneas em nove municípios entre Paulínia e Barueri, com 670 empregos diretos durante a execução. Essa inauguração reforça o objetivo da companhia de assegurar maior confiabilidade, disponibilidade operacional e movimentação mais eficiente, nesse caso para a Replan, maior refinaria do país. Garantir o escoamento seguro e eficiente do óleo de combustível produzido na Replan é também garantir os níveis de produção e escoamento dos demais derivados, como a gasolina e o diesel, que são tão essenciais para a nossa economia”, destacou o diretor de Dutos e Terminais, Márcio Guimarães.

“A obra de substituição do Opasa 16, conduzida com excelência pelo time da Transpetro, faz parte do Portfólio de investimentos da Petrobras que garantem a Logística como um diferencial competitivo da Companhia. Temos buscado oportunidades semelhantes em todo o país, integrando de forma segura e eficiente todos os elos da cadeia produtiva para gerarmos valor para nossos clientes e para a sociedade, contribuindo para a geração de emprego e renda e ajudando no crescimento do país”, afirmou o diretor de Logística, Comercialização e Mercados da Petrobras, Cláudio Schlosser.

O Opasa 16

•    Diâmetro: 16 polegadas
•    Comprimento total: 99 km
•    Origem: Refinaria de Paulínia – Replan (SP)
•    Destino: Terminal Terrestre de Barueri (SP)
•    Municípios percorridos: 9 (entre Paulínia e Barueri)
•    Produto movimentado: Óleo Combustível

Números da obra

•    Investimento total: R$ 465 milhões
•    Trecho de duto substituído: 68 km 
•    Período de execução: 15 meses
•    Frentes de serviço simultâneas: 25
•    Empregos diretos: 670
•    Equipamentos mobilizados: 197
•    Tubos substituídos: 5.682 tubos

Mais Lidas De Hoje
veja Também
Certificação
FPSO Bacalhau é primeiro no mundo a receber a notação DN...
18/07/24
Certificação
Porto do Açu Operações recebe certificação internacional...
18/07/24
Portos
Planejamento e alocação de recursos são fundamentais par...
18/07/24
Apoio Marítimo
Nova Offshore recebe nova balsa para fornecimento de com...
17/07/24
Leilão
PPSA habilita dez empresas para disputar o 4º Leilão de ...
17/07/24
Portos
Log-In Logística Integrada desenvolve programa para mini...
16/07/24
Reparo naval
Metalock Brasil realiza reparos estruturais em navio pet...
16/07/24
Terminais
ATP realiza live sobre cibersegurança nos terminais port...
16/07/24
PPSA
Com 56 mil bpd, parcela de petróleo da União é recorde n...
16/07/24
Resultado
Movimento do primeiro semestre do Porto de Imbituba aume...
15/07/24
PPSA
Novas previsões de volumes para o 4º Leilão da União
11/07/24
Estaleiro
Protocolo de intenções assinado entre Governo da Bahia e...
11/07/24
Offshore
Oil States conquista novo contrato com a Petrobras
10/07/24
Logística
Omni Táxi Aéreo e Petrobras celebram feito histórico na ...
10/07/24
Logística
Para atender a Transpetro, Petrobras retoma contratações...
09/07/24
Oleoduto
Transpetro conclui construção de um novo trecho do Oleod...
08/07/24
Rebocador
Wilson Sons inicia operação do WS Dorado, quinto rebocad...
08/07/24
Bacia de Campos
FPSO Cidade de Campos dos Goytacazes MV29 completa seis ...
08/07/24
Resultado
Terminal Portuário de Vila Velha (TVV) bate recorde e ap...
08/07/24
Pré-Sal
FPSO Guanabara MV31 da MODEC lidera a produção de óleo e...
04/07/24
Transpetro
Transpetro realiza operação inédita de transbordo com pe...
03/07/24
VEJA MAIS
Newsletter TN

Fale Conosco

Utilizamos cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site. Se você continuar a usar este site, assumiremos que você concorda com a nossa política de privacidade, termos de uso e cookies.