Utilizamos cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site. Se você continuar a usar este site, assumiremos que você concorda com a nossa política de privacidade, termos de uso e cookies.

acesso a redes sociais
  • RSS
  • twitter
tabela de conversão
  • tabela de conversão
Anunciante no Portal Naval
  • anunciar no site
Docagem

Wilson Sons faz docagem do maior navio em 80 anos de história de seu estaleiro no Guarujá

14/10/2021 | 12h11
Wilson Sons faz docagem do maior navio em 80 anos de história de seu estaleiro no Guarujá
Divulgação Divulgação

 

Embarcação da Norsul atua no segmento de cabotagem

 

A Wilson Sons concluiu este mês a docagem do Norsul 11, a maior embarcação que a Companhia já recebeu nos 80 anos de história dos seus estaleiros. Com 123 metros de comprimento e 22 metros de boca, o navio transporta bobinas de aço entre Vitória (ES) e São Francisco do Sul (SC) e pertence à Norsul, empresa brasileira que, além do transporte marítimo, agora está no mercado de logística multimodal com soluções inovadoras de norte a sul do país.

“É gratificante sermos escolhidos pela Norsul, e é um marco para a Companhia receber uma embarcação desse porte. No histórico, são mais de 200 docagens realizadas com eficiência, qualidade e no prazo, seguindo as melhores práticas de segurança”, ressalta Adalberto Souza, diretor executivo dos Estaleiros da Wilson Sons.

A embarcação é tipo barcaça oceânica e está cumprindo o 3º ciclo de docagem. “A N11 tem 15 anos de vida. Com o percurso dessa embarcação para o transporte das bobinas de aço, tiramos aproximadamente 150 caminhões das estradas por semana”, aponta Leonardo Brum, gerente executivo de Frota da Norsul.

O trabalho de docagem iniciou em 11 de setembro e foi concluído em 8 de outubro. Atuaram também na operação as unidades de negócio de agenciamento marítimo e rebocagem da Wilson Sons.

Além da docagem do Norsul 11, os estaleiros da Wilson Sons iniciaram este ano a construção de uma nova série de quatro rebocadores, com notação de classe Escort Tug, para a própria a Companhia. As novas embarcações terão padrão IMO TIER III, que reduz em mais de 75% os níveis de emissão de óxidos de nitrogênio.

 

 

Fonte: Redação TN Petróleo/Assessoria
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar
separador menu