Utilizamos cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site. Se você continuar a usar este site, assumiremos que você concorda com a nossa política de privacidade, termos de uso e cookies.

acesso a redes sociais
  • RSS
  • twitter
tabela de conversão
  • tabela de conversão
Anunciante no Portal Naval
  • anunciar no site
Rio Grande do Sul

Wilson Sons recebe Prêmio Exportação pelo Tecon Rio Grande pelo sétimo ano consecutivo

27/09/2021 | 13h53
Wilson Sons recebe Prêmio Exportação pelo Tecon Rio Grande pelo sétimo ano consecutivo
Paulo Bertinetti, Diretor-Presidente do Tecon Rio Grande, recebe troféu de ... Paulo Bertinetti, Diretor-Presidente do Tecon Rio Grande, recebe troféu de ...

Terminal foi novamente vencedor na categoria Destaque Serviços de Suporte à Exportação da premiação concedida pela ADVB-RS

A solidez do trabalho desenvolvido pela Wilson Sons através do Tecon Rio Grande foi novamente reconhecida. O terminal de contêineres de Rio Grande, um dos mais importantes do País e uma das instalações mais competitivas na América do Sul, foi vencedor do 49ª Prêmio Exportação, concedido pela ADVB/RS, na categoria Destaque Serviços de Suporte à Exportação. A cerimônia de premiação ocorreu no último dia 23 de setembro, em evento na Casa NTX, em Porto Alegre, ocasião em que o Diretor-Presidente do Tecon Rio Grande, Paulo Bertinetti, esteve presente para receber a distinção. Este é o sétimo ano consecutivo que o Tecon Rio Grande é premiado nesta categoria.

Com mais de 3 mil clientes importadores e exportadores, o Tecon Rio Grande é a porta de entrada e saída do Rio Grande do Sul para o mundo, sendo fundamental para o desenvolvimento econômico do Estado. Mesmo com as dificuldades impostas a portos de todo o mundo em decorrência da pandemia, o terminal segue crescendo. Com 24 anos de história, o Tecon Rio Grande mantém seus investimentos em tecnologia, estrutura, segurança e qualificação de pessoal. Em 2020, foi finalizada a dragagem no cais do terminal gaúcho, aumentando seu calado de 12,5 m para 15 m (49,2 pés). Com aporte de R$ 1,8 milhão, o Tecon Rio Grande ratifica sua capacidade de operar os maiores navios do mundo. Hoje, o terminal recebe navios de até 338 metros – os maiores que escalam o Brasil.

Ocupando sempre posições entre os dez principais terminais portuários do Brasil nos últimos três anos, o Tecon Rio Grande destaca-se na modalidade de navegação com escalas em portos de mais de um país, as chamadas navegações de longo curso, conforme dados da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (ANTAQ). Em 2020, os principais destinos do terminal gaúcho foram Estados Unidos, com 14%, e China, 12%, posições que se invertem em relação à importação: 22% da China e 11% Estados Unidos.

O Tecon Rio Grande exerce importante papel na movimentação de cargas em longo curso para as empresas gaúchas ao oferecer uma alternativa segura e confiável para armazenagem e movimentação dos mais diversos tipos de carga. Desta maneira, o papel desempenhado pelo Tecon Rio Grande tem sido fundamental para a atuação de exportadores e importadores do Estado. Somente para a indústria de transformação, o terminal teve mais de 90% de empresas gaúchas como clientes no ano passado, representando 95% de todos os contêineres movimentados na exportação, importação, cabotagem e navegação interior. Ao todo, foram 281.602 TEUs (medida equivalente a um contêiner de 20 pés), o correspondente a 160.155 contêineres.

Em modalidades, a maior participação das cargas industriais em 2020 foi na importação, com 94% do total. Mais de 600 variedades de mercadorias, como peças, produtos químicos, resinas e plásticos provieram de mais de 50 localidades mundiais, como China, Estados Unidos, Marrocos, Bélgica e Singapura. Somente da China, foram 15.524 TEUs ou 9.165 contêineres. Na exportação, os resultados também são bastante expressivos. Correspondente a 74% do volume transportado em contêineres de cargas da indústria de transformação, produtos como resinas, frango congelado, madeira, carne suína e moveis aportaram do Tecon Rio Grande rumo a Estados Unidos, China, Peru e Arábia Saudita. Ao todo, registrou-se mais de 900 variedades de itens enviados a cerca de 150 destinos de janeiro a dezembro de 2020. Em TEUs, resinas, a mercadoria mais exportada, teve 37.744 (22%) e 19.171 contêineres (20%).

A Wilson Sons vem dando continuidade à exportação de cargas agropecuárias do Uruguai. No primeiro trimestre de 2021, o Tecon Rio Grande registrou crescimento de mais de 700% na movimentação de proteína animal proveniente de frigoríficos uruguaios em relação a igual período do ano anterior. O terminal gaúcho movimentou, entre janeiro e março deste ano, 828 TEU da carga, o correspondente a 10.803 toneladas, ante os 102 TEU (1.085 toneladas) movimentados nos três primeiros meses de 2020. Apenas em março, o Tecon Rio Grande recebeu 284 TEU (3.693 toneladas) de carnes do Uruguai, um crescimento de mais de 500% em relação ao mesmo mês de 2020.

Bertinetti comemora o reconhecimento e o bom desempenho do terminal. “Com o novo calado, nossa localização estratégica, equipamentos de ponta e equipe especializada, caminhamos para ser um terminal concentrador de cargas do Cone Sul. Hoje, já recebemos as principais linhas marítimas que conectam a região do Mercosul com os mais importantes portos estrangeiros na Europa, Ásia e América do Norte”, destaca. “Por isso, uma premiação como esta, a qual já tivemos a felicidade de sermos agraciados em mais de uma edição, é resultado da dedicação da equipe do Tecon e da confiança que recebemos de nossos clientes”, finaliza.

 

Fonte: Redação TN Petróleo/Assessoria
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar
separador menu