acesso a redes sociais
  • RSS
  • twitter
tabela de conversão
  • tabela de conversão
Anunciante no Portal Naval
  • anunciar no site
Entrevista Exclusiva

Bernardo Perseke, CEO da Gás Natural Açu (GNA) — "Queremos continuar crescendo"

23/06/2021 | 15h50
Bernardo Perseke, CEO da Gás Natural Açu (GNA) — "Queremos continuar crescendo"
Cortesia GNA Cortesia GNA

“Desde a concepção, o projeto GNA foi pensado considerando questões ambientais, sociais e de eficiência energética e como pode operar para contribuir na retomada do Rio de Janeiro como Capital da energia”.

A afirmação do CEO da Gás Natural Açu (GNA), Bernardo Perseke (foto), reflete bem a rápida evolução da empresa criada para consolidar um hub de gás no Porto do Açu, no município de São João da Barra, região norte do estado do Rio de Janeiro. Desde que a Prumo Logística firmou parceria com a Siemens e a BP, em meados de 2017, formando a joint venture GNA, como já é conhecida, a empresa vem avançando de forma rápida, ainda que tenha tido de desacelerar algumas obras, por conta da pandemia de Covid-19. Em fevereiro, ela recebeu a primeira carga de Gás Natural Liquefeito (GNL) em seu Terminal de Regaseificação de GNL, no qual está atracada uma Unidade flutuante de armazenamento e regaseificação (FSRU, sigla do inglês Floating Storage and Regasification Unit) com capacidade de movimentar 21 milhões de metros cúbicos/dia. O energético está sendo usado no comissionamento da UTE GNA I, que ao entrar em operação este ano estará consolidando o caminho para a implantação do maior parque termelétrico a gás natural da América Latina. No início do ano, o Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou o financiamento de R$ 3,93 bilhões à GNA Geração de Energia S.A. para a implantação da UTE GNA II, que juntamente com a GNA I vai gerar energia suficiente para atender 14 milhões de residências, o equivalente ao consumo residencial dos estados do Rio de Janeiro, Minas Gerais e Espírito Santo. Portanto, nada mais natural do que a meta de continuar crescendo, acompanhando a evolução da produção de gás natural do pré-sal, que está redesenhando o mapa energético do Rio de Janeiro.

Confira a entrevista completa em nossa edição TN 135. Leia ou baixe em pdf no link abaixo!

LANÇAMENTO! 

Institucional

Fonte: Bernardo Perseke, CEO da Gás Natural Açu (GNA) — "Queremos continuar crescendo"
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar
separador menu