PD&I

Centro de Pesquisa Global da GE tem primeira patente aprovada

Redação / Assessoria
26/06/2015 15:50
Centro de Pesquisa Global da GE tem primeira patente aprovada Imagem: Divulgação Visualizações: 102

A Rio Negócios comemora a aprovação da primeira patente para a indústria bioenergética desenvolvida no Centro de Pesquisa Global da GE no Rio de Janeiro. O Instituto Nacional de Propriedade Intelectual (INPI) aprovou o primeiro pedido de patente da GE para uma solução que reduz o custo da produção do etanol de segunda geração (etanol celulósico), permitindo que que a indústria recupere mais de 25% do total de enzimas usadas no processo. O pedido foi aprovado após um tempo recorde de análise no INPI, 18 meses.

Para receber o Centro de Pesquisa Global da GE, um investimento de US$ 500 milhões, o Rio de Janeiro competiu com mais de 160 concorrentes e foi reconhecida como a cidade com o ambiente mais propício para a sua instalação. “Nunca tivemos dúvidas do valor que o Centro de Pesquisa da GE geraria ao país. Além dessa primeira patente, os pesquisadores aguardam a aprovação de mais 10. O desenvolvimento de patentes que atendam aos desafios do setor de Energia é fundamental para fortalecer um dos mais fortes vetores de desenvolvimento de um país”, declarou Marcelo Haddad, presidente da Rio Negócios.

O projeto foi desenvolvido numa colaboração entre pesquisadores brasileiros e a matriz do Centro em Niskayuna, em Nova York. A ideia é atender a demanda local e usar as tecnologias da GE para apoiar o desenvolvimento do país e de toda a região em diversos setores estratégicos.

Mais Lidas De Hoje
Veja Também
Newsletter TN

Fale Conosco

Utilizamos cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site. Se você continuar a usar este site, assumiremos que você concorda com a nossa política de privacidade, termos de uso e cookies.