acesso a redes sociais
  • RSS
  • twitter
tabela de conversão
  • tabela de conversão
Anunciante no Portal Naval
  • anunciar no site
Produtos e Serviços

Sapura migra diretórios internos para plataforma SharePoint

20/07/2021 | 09h40

A Sapura acaba de migrar todos os seus diretórios internos para o ambiente SharePoint em nuvem. A migração faz parte do processo interno de transformação digital da companhia, substituindo a rede local interna, baseada em grandes servidores físicos on-premise (sistema de computação centralizado em que a própria empresa tem a responsabilidade de processar suas aplicações de hardware e software) por uma solução em nuvem.

DivulgaçãoDe acordo com o gerente de Tecnologia da Informação da Sapura, Jorge Kort, são muitos os benefícios desta evolução tecnológica. Este processo permitirá à companhia maior segurança da informação, com documentos administrados e armazenados diretamente na nuvem; maior velocidade para o acesso remoto sem necessidade de Virtual Private Network (VPN) e com enorme aplicabilidade para os serviços da empresa durante a pandemia; além de ferramentas de backup dos arquivos mais tecnológicas e atualizadas.

"A questão da segurança da informação é uma de nossas prioridades. O ambiente em nuvem nos permite um sistema de segurança multicamadas, através da criptografia de dados, níveis de permissão, senhas de utilizador fortes, autenticação de múltiplos fatores, backups e redundância, entre outros. Ou seja, os riscos de divulgação de documentos, perda de informação ou indisponibilidade de dados são quase nulos".

Kort explica ainda que, anteriormente, para ter acesso aos arquivos corporativos, era necessário conectar a VPN através de um software instalado no computador dos usuários. Essa conexão acontecia através de um equipamento na sede da empresa, tendo-o como ponto central de conexão, o que por vezes causava lentidão excessiva na Rede.

"Liberando todo este tráfego existente nos servidores on-premise, adicionado ao projeto de redimensionamento da nossa Rede, estamos conseguindo melhorar de forma significativa a conectividade com os navios", concluiu.

Fonte: Redação TN Petróleo/Assessoria
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar
separador menu